Give us a call
808 200 333

Centro de Contacto - Dias úteis das 9h às 18h

Dias úteis das 9h às 18h

Como a alimentação afeta o seu peso e sono

Como a alimentação afeta o seu peso e sono
Como a alimentação afeta o seu peso e sono
Partilhar:
Partilhar:

Alimentação e sono

 

Na sociedade atual, com as inúmeras solicitações do dia-a-dia parece que as 24h do dia não são suficientes para dar resposta a todas a tarefas que temos para desempenhar. E neste contexto, por vezes o sono acaba por ser relegado para segundo plano. São sobejamente conhecidas as mais-valias do emagrecimento para a saúde, mas sabia que a redução ponderal também pode beneficiar a sua qualidade de sono?

A Dieta3Passos® explica-lhe de que forma a alimentação, o emagrecimento e o sono estão interligados.

 

Relação entre excesso de peso e problemas de sono

A acumulação excessiva de gordura predispõe a condições como apneia do sono ou refluxo gastroesofágico que impactam a qualidade do sono. Ao iniciar uma mudança de hábitos alimentares que promova o emagrecimento, existe uma redução do risco de desenvolver este tipo alterações de sono.

 

Alimentação adequada para um sono reparador

O tipo de alimentos que ingerimos impacta o emagrecimento, mas também a qualidade de sono. Nesse sentido, é importante evitar refeições mais pesadas, temperos picantes, bebidas alcoólicas e bebidas com cafeína antes de dormir, uma vez que podem dificultar o sono. Ter regularidade nos horários das refeições, dar preferência a refeições mais leves e equilibradas, distanciar a última refeição 3 a 4 horas do horário de dormir vai beneficiar a digestão e contribuir para uma melhor qualidade de sono.

 

Importância do sono no emagrecimento

Do mesmo modo que uma alimentação saudável beneficia o sono, também é verdade que dormir o número de horas adequado é fundamental para a regulação hormonal e contribui para o sucesso do emagrecimento. Sabe-se que a privação de sono contribui para alterações na produção de hormonas, tal como, aumento da produção de grelina (hormona da fome), resistência à ação da leptina (hormona da saciedade) e diminuição da produção de hormona do crescimento, dificultando o ganho de massa muscular e regeneração dos tecidos.

 

Em suma, para quem sofre com o excesso de peso ou obesidade, a melhoria na qualidade do sono pode ser uma agradável consequência do emagrecimento saudável. Ao cuidar da sua alimentação pode não só melhorar a sua composição corporal, mas também a sua qualidade de vida.

Comece agora a fazer por si