Não Faça Dieta no Natal

Não Faça Dieta no Natal

É verdade, depois deste ano atípico de 2020, trazemos-lhe o conselho que sempre ansiou receber: Não faça dieta no Natal.

Mas será assim tão linear? Não devemos efetivamente ter cuidados alimentares durante o Natal? Continue a ler o nosso artigo e perceba.

Equilíbrio

Já ouviu falar da expressão inglesa “Fear of missing out”? Esta expressão surgiu direcionada para a tecnologia e as redes sociais, apesar de ser facilmente aplicável a outros contextos, como é o caso.

Ou seja, imagine este cenário: Jantar da véspera de Natal e não come sobremesa nem bebe álcool. Depois, sente-se ansioso e triste porque não provou as rabanadas que tanto gosta nem brindou com a sua família, ficando com a sensação que não usufruiu do jantar da véspera de Natal convenientemente. Como consequência, no almoço do dia de Natal, acaba por comer o dobro das rabanadas que comeria inicialmente e beber vinho em excesso.

Para evitar este género de situações, seja equilibrado, faça uma boa gestão das porções, coma devagar e saboreie cada garfada. Verá que assim a refeição até lhe vai saber melhor!

Apenas uma vez por ano

Lembre-se: mais importante do que aquilo que come no Natal, é alimentar-se de forma saudável durante todo o ano. Assim, quando decidir emagrecer, encare o processo não como uma dieta, mas antes como uma mudança positiva, um caminho para o levar a fazer escolhas mais equilibradas e adotar um novo estilo de vida saudável e duradouro.

Se, até ao Natal, esteve a seguir o seu plano alimentar, não são 2 dias que vão arruinar todo o processo.

Natal não é o mês inteiro

É certo que, mal inicia o mês de Dezembro, começam a chover convites para almoços e jantar de Natal, que servem como desculpa para amigos, familiares e colegas de trabalho se (re)encontrarem, partilharem histórias e porem a conversa em dia. O desafio começa quando esta partilha vai além das histórias e se prolonga para a mesa, repleta de petiscos hipercalóricos, bebidas alcoólicas e sobremesas pecaminosas.

O nosso conselho: para socializar, não é preciso cometer excessos alimentares. Porque não juntarem-se em casa de um dos intervenientes? Pode levar uma salada colorida, uns legumes no forno apetitosos ou uma sobremesa deliciosa! Inspire-se aqui.

Nem tanto ao mar, nem tanto à terra

Mesmo nos dias 24 e 25 de Dezembro, em que tem mais “liberdade alimentar”, não implica que comece o dia com uma fatia de bolo-rei ao pequeno-almoço e que coma uma taça de arroz doce ou aletria como lanche da tarde. Poupe-se para os momentos festivos, em que estiver rodeado da família, e mantenha o seu plano alimentar nas restantes refeições do dia. Não se esqueça também de beber 1,5L de água por dia, de se manter fisicamente ativo e de tomar os seus suplementos!

Para esclarecer as suas dúvidas, fale com o seu Nutricionista. Disponível num Ponto de Consulta perto de si ou online.