tipos de carne

A sabedoria popular defende que o consumo de carne branca é preferível ao consumo de carne vermelha. Porém, será que a ciência defende esta crença? E será que esta crença se aplica de igual forma a todas as carnes, cortes e preparações?
Esclareça todas estas questões com a ajuda da DIETA3PASSOS®!

Quem é quem?

Vamos por partes. Antes de mais, é necessário aprender a distinguir as carnes brancas das vermelhas. As carnes brancas provêm, maioritariamente, de aves e caça, como frango, peru, pato, codorniz e coelho. Por sua vez, as carnes vermelhas são normalmente as de origem suína e bovina como a vaca, boi, porco e vitela, mas também veado, borrego e cordeiro.

Contudo, a classificação das carnes depende também da cor, da origem do animal, do tipo de músculo e do pH da carne, não existindo então uma forma direta de fazer essa diferenciação.

E qual é a melhor?

Vamos começar por comparar, na tabela abaixo, 3 tipos de carne: porco, vaca e frango, todos grelhados.

Tipo de carne Energia (kcal) Proteína (g) Gordura (g)
Lombo de porco 189 29,1 8,1
Bife de vaca 163 26,4 6,4
Frango sem pele 168 31 4,9

Fonte – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA)

O lombo de porco é a carne com mais calorias e gordura, sendo então a menos aconselhada. Comparando o bife de vaca com o frango, percebe-se que ambos têm valores semelhantes a nível energético, contudo diferentes composições nutricionais. Neste caso, o frango fica em vantagem em relação à vaca pelo facto do seu teor proteico ser superior e de gordura inferior. A proteína é essencial para a construção do músculo e para aumentar a saciedade.

Contudo, se adicionarmos algumas condicionantes, como o corte da carne, o caso altera-se:

Tipo de carne Energia (kcal) Gordura (g)
Lombo de vitela grelhado 150 5,6
Costeleta de vitela grelhada 131 3,3

Fonte – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA)

Tipo de carne Energia (kcal) Gordura (g)
Entrecosto de porco grelhado 243 15,1
Lombo de porco grelhado 189 8,1
Costeleta de porco grelhada 261 17

Fonte – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA)

Nestas tabelas, percebe-se a grande influência do corte da carne no seu teor de gordura e de energia, concluindo então que mesmo dentro da mesma espécie é possível existir uma grande variabilidade de valores.

Por último, atente o exemplo abaixo respeitante ao frango:

Tipo de carne Energia (kcal) Gordura (g)
Frango sem pele grelhado 168 4,9
Frango com pele grelhado 239 14,3

Fonte – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA)

Através deste último exemplo, é possível aferir que a presença de peles ou gorduras visíveis tem uma grande influência nas calorias e gordura do frango, levando a que este, com pele, tenha uma composição nutricional semelhante até ao entrecosto de porco.

Deste modo, conclui-se que, para além de distinguir se a carne é branca ou vermelha, é necessário avaliar também os diferentes cortes e a presença de peles ou gorduras visíveis, uma vez que estes fatores podem alterar consideravelmente os seus resultados de perda de peso.

Para esclarecer todas as suas dúvidas, consulte um nutricionista DIETA3PASSOS®, de forma a saber quais as opções mais saudáveis para a sua saúde.